Notícias

“A Noiva Cadáver”

Entre a última semana de junho e a primeira de julho, 1.080 pessoas prestigiaram o espetáculo “A Noiva Cadáver” no Teatro Alcides Munhoz, estrelando a Companhia e a Pré-Companhia de Dança do Clube Curitibano.

Essa foi a segunda montagem da peça feita pelo Clube e a “mãe da noiva”, Marcela Carneiro, contou à TV Curitibano como enxerga a oportunidade na vida de sua filha, Maria Eduarda Carneiro: “A arte desperta a criatividade nas crianças, elas podem ser quem realmente querem. À medida que crescemos, somos tolhidos da criatividade, do pensar livremente. Nesse momento em que elas estão na arte, no ensaio e criando, ela (a filha) pode se soltar, deixar fluir e esquecer que está crescendo”, afirma.

Em 2012, na primeira versão, Maria Eduarda dançou com o núcleo infantil, no qual fazia a personagem Feitiço. “Hoje, depois de todos esses anos, em 2018, sendo a noiva, é muito bacana para a nova geração de crianças que estão no espetáculo terem como modelo”, conta Marcela.

A peça lotou todos os dias de apresentação, com o elenco formado por 50 pessoas, dentre elas 44 bailarinas, quatro professores de dança e dois atores da Companhia de Teatro do Clube.

 

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades