Notícias

Associados retornam aos tatames para as aulas de Artes Marciais

Diversos associados que praticam as cinco Artes Marciais disponíveis no Clube Curitibano retornaram ao tatame para a retomada das aulas. No último dia 3 de novembro, nas salas localizadas na Sede Barão do Serro Azul, os atletas do Karatê, Judô, Muay Thai, Jiu Jitsu e Boxe puderam matar a saudade das disciplinas, que, devido à Pandemia de Covid-19, estão sendo praticadas de uma maneira diferenciada priorizando a segurança de todos.

Para que o retorno das atividades fosse confirmado, o corpo técnico de Artes Marciais fez uma análise criteriosa visando a viabilidade da volta às aulas. Após o estudo e uma consulta de interesse com os praticantes, os tatames do Clube foram reabertos de uma maneira diferente para receber os artistas marciais, com higienização rigorosa, a obrigação do uso de máscaras durante a aula e o cumprimento do distanciamento, mesmo em modalidades que priorizam a luta agarrada.

“Apesar das restrições e os cuidados que deve se ter em função da Covid, todos tinham interesse e a maneira que foi realizado o retorno foi pensada e segura, com os alunos mantendo um certo distanciamento durante os treinos, principalmente na disciplina de Jiu-Jitsu. No Karatê, nós dividimos os atletas por faixas ou por idades para que pudessem utilizar o espaço físico em horário diferentes, assim evitando aglomeração e, em consequência, garantindo a segurança dos atletas”, conta Manuel Marcos Baggio Pereira, vice-diretor das modalidades marciais, que completa.

“O retorno é fundamental, como em qualquer esporte. O associado não podendo treinar perde o condicionamento físico, mas principalmente a evolução e a manutenção que se dedicou por muito tempo a aprender”.

Como não poderia ser diferente, diversos associados estavam ansiosos para voltar às aulas, já que a prática isolado em casa não detém a mesma intensidade e interação encontrada nos treinos no Clube. “Estamos bem felizes de poder trabalhar novamente com as crianças. Foi um momento especial pra mim quando pude colocar o meu judogi e entrar no tatame depois de tanto tempo”, revela o professor Jackson, do Judô.

Em pouco mais de 10 dias desde a volta, alguns associados do Clube Curitibano que praticavam as modalidades antes da paralisação estão aderindo progressivamente o retorno aos tatames, o que é visto de maneira natural pelos profissionais e demais atletas. “Cada associado tem uma particularidade, seja por precaução, cuidado ou por alguma condição física, ele não sabe qual é o momento exato para voltar. É claro que a vontade por voltar é muito grande, mas precisamos respeitar o tempo de cada um em relação ao retorno às atividades”, finaliza o vice-diretor.

Para mais informações sobre a programação das aulas de Artes Marciais do Clube Curitibano, entre em contato com a secretaria de esportes pessoalmente ou via telefone pelos números: (41) 3014-1948 ou (41) 99528-7722 – via Whatsapp. O atendimento acontece nas segundas-feiras, das 13h às 18h, entre terça e sexta-feira, das 8h30 às 18h30, e aos sábados, das 9h às 13h.

Clique aqui e confira na íntegra os protocolos de biossegurança para a prática das Artes Marciais.


Leia também:

Entrevista com Manuel Marcos Baggio Pereira, o vice-diretor de Artes Marciais

Aulas de Polo Aquático para jovens associados

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades