Notícias
Foto: Arquivo Pessoal.

Atletas da Esgrima realizam diversos treinamentos em casa

Desde março quando foi iniciado o isolamento social devido à Pandemia de Covid-19, os atletas do Clube Curitibano recebem orientações dos professores de suas respectivas modalidades para a realização dos treinamentos em casa, que têm como objetivo manter os atletas fisicamente e mentalmente ativos com o esporte.

Entre as modalidades que executam os treinos em casa está a Esgrima. Orientados pelo professor Athos Schwantes, os alunos realizam exercícios de condicionamento físico geral, gestos técnicos e específicos de Esgrima aliados à situações táticas de jogo. Sem a presença dos companheiros de equipe, os associados fazem os toques em alvos fixos na parede, para isso eles utilizam almofadas, e em Alvos Móveis, quando é usada uma bolinha pendurada numa corda.

Além de manter os atletas engajados ao esporte, os treinamentos contribuem para o aspecto técnico e tático do esgrimista. “Todo esgrimista precisa dominar os fundamentos para poder ter um repertório grande de ações para aplicar durante os combates, sejam eles em treinamentos ou em competições”, afirma Athos, que também é atleta olímpico.

O professor também apontou quais são os benefícios dos exercícios para os esgrimistas do Clube. “Esses exercícios desenvolvem também a concentração, equilíbrio, tomada de decisão e adaptação às mudanças”, avalia Athos, que orienta os alunos no mínimo duas vezes por semana.

Uma das alunas da Esgrima, Gabriela Portugal é apaixonada pelo esporte olímpico e participa de todas aulas neste período de isolamento social. A atleta de 13 anos está disposta a manter a forma física e técnica para estar preparada quando as competições retornarem. “O esforço de agora será muito importante para quando acabar a quarentena e os campeonatos voltarem”, alega.

Fotos: Arquivo Pessoal.

Gabriela também recebe o apoio dos familiares para que tenha um local reservado para os treinos em casa. “Minha família montou uma sala de treinamento de esgrima na garagem de casa, até um boneco que seria meu adversário que se chama Jeremias e isso me ajudou muito a ter mais ânimo”, revela.

Além das aulas, Athos também envia mensagens de motivação para que os atletas continuem praticando o esporte. “O Athos manda sempre mensagem nos animando e pedindo para a que gente aguente firme”, finaliza Gabriela, que está na 4ª colocação no Ranking Brasileiro Infantil Sub-13 da modalidade.

Leia também:

Treinos online mantém o vínculo entre os atletas do Futsal

Treinos em casa do Voleibol visam o bem-estar físico e mental

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades