Notícias
Tiago Santos/Clube Curitibano.

Curitibano apresenta estrutura de primeira para receber o CBI de tênis

É alta a circulação de pessoas na Sede Lucius Smythe durante o Campeonato Brasileiro Interclubes (CBI) de Tênis. Entre os dias 18 e 27 de outubro, 364 atletas de 40 clubes disputam a 6ª etapa da competição. Para a realização do evento, o Clube Curitibano disponibilizou uma infraestrutura de primeiro mundo para melhor atender atletas e espectadores do torneio nacional.

Assim como nas duas edições anteriores que sediou o CBI de Tênis, o Clube Curitibano manteve o padrão elevado para receber os atletas, com banners de localização que facilitam o acesso, 12 quadras de saibro, quatro delas indoor, área recreativa e praça de alimentação cobertas, restaurante e setor exclusivo para encordoamento de raquetes.

Para edição 2019, a organização do Curitibano aumentou a estrutura e apresentou novidades que foram comparadas às grandes competições do esporte. Na academia de Squash, os tenistas têm a disposição uma sala de descanso, com poltronas, tatame e espreguiçadeiras para ficarem bem acomodados. No mesmo local, os atletas podem realizar sessões de fisioterapia e massoterapia com profissionais do Instituto Federal do Paraná (IFPR).

“Nossa estrutura está ótima. Estamos atendendo muito bem os atletas e estou muito satisfeito. Toda essa estrutura é uma prova que o Clube está recebendo bem todos atletas para que eles possam desempenhar o seu melhor dentro de quadra”, afirmou Karl Udo Heinrichs, diretor da modalidade tênis do Clube Curitibano.

A outra novidade é um espaço reservado para os tenistas guardarem os seus pertences. Isso contribui para a preservação do equipamento dos atletas. Assim, os jogadores ficam preocupado com apenas que acontece dentro da quadra. Por causa da excelente infraestrutura, a Sede Lucius Smythe é reconhecida como um dos melhores locais para receber as principais competições. 

“O Curitibano está entre os melhores em infraestrutura e nos oferece espaço exclusivo para o tênis, com uma sede só para o esporte, com quadras cobertas, restaurantes e vestiários que poucos clubes no Brasil tem disponível. Particularmente, a etapa de Curitiba é considerada uma das melhores, com uma estrutura de primeiro mundo”, elogiou Aristides Barcellos, Coordenador dos torneios infantojuvenil da CBT e Diretor do CBI.

Dentro de quadra

Entre os dias 18 e 22 de outubro, os tenistas da chave G1 disputaram o título da etapa de Curitiba do CBI de Tênis. O Clube Curitibano foi representado por seis tenistas, o destaque ficou para João Santos, da categoria simples 14 anos, e Leonardo Cecyn, da simples 16 anos, que alcançaram as quartas de final do torneio.

Até o dia 27 de outubro, a chave GA agita a Sede Lucius Smythe, com disputas de simples e duplas das classes masculina e feminina. O Clube Curitibano é representado ao todo por 42 tenistas na competição.

Confira os resultados dos atletas do Clube Curitibano na chave G1:

Masculino Simples

Categoria 14 anos

João Santos – Quartas de final

Felix Almeida – 1ª rodada

Matheus Mascarenhas – 1ª rodada

Pietro Cheriegate – 1ª rodada

 

Categoria 16 anos 

Leonardo Cecyn – Quartas de final

 

Feminino Simples

Categoria 14 anos

Amanda Lobo – Oitavas de final

 

Masculino Duplas 

Categoria 14 anos

Felix Almeida – Quartas de final

João Santos – Quartas de final

 

Leia também:

Confira a programação e os trajetos da 17ª Corrida Intersedes

Confira como foi o Torneio Braço Forte do Bolão

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades