Notícias

Sócios poderão se cadastrar como doadores de medula no Clube Curitibano

Esperança: é a palavra que define o transplante de medula óssea para pacientes portadores de doença de sangue que já testaram todas as outras alternativas de tratamento. 

Pensando nisso, o Clube Curitibano, em parceria com o Hemepar e o Laboratório de Imunogenética e Histocompatibilidade da Universidade Federal do Paraná (UFPR), realizará um evento de conscientização para promover o cadastro de doadores voluntários de medula óssea. Será no dia 12 de outubro, durante o Sábado Esportivo e Cultural, das 9h às 15h, na Sede Barão do Serro Azul. 

O cadastro voluntário é simples, pois exige a doação de 4mL de sangue para registro, a assinatura do termo de consentimento e boa vontade. Você só será convidado a doar em caso de compatibilidade. Aí, os procedimentos técnicos de doação serão escolhidos pelo paciente ou pelos médicos e explicados com antecedência. Faça sua parte e se cadastre como voluntário! 

Chances de cura

A medula óssea é um tecido localizado no interior dos ossos, onde se produzem glóbulos brancos, vermelhos e plaquetas. Com o transplante, as chances de cura do paciente aumentam, pois o tecido facilita o tratamento de cerca de 80 doenças. Contudo, é muito difícil encontrar o doador ideal, ou seja, compatível. Para 75% dos pacientes, não há compatibilidade na família, e é preciso procurar um doador alternativo. Este será encontrado só se estiver cadastrado no registro de doadores voluntários, por isso é tão importante se cadastrar.

Como funciona o cadastro

  1. Você deve ter entre 18 e 55 anos de idade;
  2. Doar 4 mL de sangue para tipificação genética;
  3. Assinar o Termo de Consentimento, para a sua tipificação ser cadastrada no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME);
  4. Se a compatibilidade for confirmada, você será convidado(a) a fazer a doação de Medula Óssea; 
  5. O cadastro e a doação são livres de quaisquer ônus ou bônus;
  6. O cadastro é único e vale para sempre. Não se cadastre mais de uma vez. Você será contatado somente em caso de compatibilidade com algum paciente no Brasil ou Exterior.
  7.  Após o cadastro, mantenha seus dados de doador voluntário atualizados no site do REDOME. 

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades