Notícias
Foto: Gustavo Garrett/Clube Curitibano.

Confira o Ranking 2019 de Vôlei de Praia e Futevôlei

Depois de uma disputa divertida e acirrada em 2019 no Vôlei de Praia e no Futevôlei, os associados do Clube Curitibano conheceram os melhores atletas das duas modalidades na temporada.

VÔLEI DE PRAIA 

As quatro etapas do último Campeonato Interno de Vôlei de Praia divertiram, reuniram amigos e também atiçaram o espírito competitivo dos jogadores durante todo o ano de 2019. “Quem pratica esporte tende a ser competitivo. Não é apenas recreação, mas o desafio de ser o melhor e o incentivo a treinar”, comenta o vice-diretor da modalidade, Gustavo Erzinger.

Quem faturou o primeiro lugar no ranking anual foi o associado Luiz Felipe Vilela Fedalto, que totalizou 410 pontos. A soma veio dos pontos por etapa, respectivamente: 130 (16/03), 110 (11/05), 70 (5/10) e 100 (7 /12). “Vôlei de praia pra mim é meu lazer, meu esporte, minha preocupação de estar bem fisicamente e também meus amigos. Uma mistura de esporte e amizade”, exalta Luiz Felipe. O segundo lugar ficou empatado entre Jarbe Cassou e Luis Afonso Abagge Pereira, ambos com 400 pontos.

FUTEVÔLEI

O Interno de Futevôlei em 2019 teve uma novidade: foi a inclusão de uma nova categoria, para iniciantes, que já ganhou um Top 8. O ranking anual nesta categoria ficou com Eduardo Leite, que começou a jogar Futevôlei no começo daquele ano. “Começou como uma brincadeira e eu acabei gostando bastante do esporte”, conta Eduardo, que antes do Futevôlei jogava Futebol assiduamente. “Eu me apaixonei pela prática. Tem o clima de areia, não é agressivo, é agradável e é fácil juntar pessoas para jogar”. O associado fechou as seis etapas com 480 pontos. Com 430 pontos, o segundo colocado foi Enrico Manzi, e o terceiro, Bernardo Marques, encerrou o ano com 400 pontos.

Quem levou a melhor na categoria principal foi Guilherme Campelo, conhecido como Coruja. Ele encerrou o torneio com 790 pontos, tendo participado de todas as seis etapas. “Foi um ano especial para todos os praticantes do Clube. E nosso grupo está aumentando e se fortalecendo dentro e fora de quadra”, diz Guilherme, que joga competitivamente desde 2001 e elogia os colegas do esporte. Os segundo e terceiro lugar ficaram com William Mussi (670 pontos) e Ricardo Massignan (540), respectivamente. Para 2020, o vice-diretor do Futevôlei, Márcio Soares (o Purê), adianta as novidades. “Vão ter etapas de dupla fixa. E as outras serão duplas de sorteamento. A divisão começa a partir do ranking de 2019”, afirma.

Leia Também: 

Retrospectiva 2019: crescimento do Futevôlei

Retrospectiva 2019: Vôlei de Praia

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades