Notícias

Conheça Fabio Bronze, novo Coordenador de Esportes Aquáticos

A relação de Fabio Bronze Moreira com os esportes aquáticos começou ainda na infância, quando ingressou na natação. Ele competiu nas categorias de base até migrar para o triathlon – competição que envolve natação, ciclismo e corrida -, esporte que leva como hobby até hoje. A relação do novo Coordenador Geral de Esportes Aquáticos do Clube Curitibano com esporte cresceu ao ponto dele escolher a Educação Física como graduação (UFPR, 2007).

Especialista em fisiologia do exercício (UFPR, 2019) e sócio proprietário da assessoria esportiva Webtreino, Fábio não é novo para a equipe Curitibano, já que é o técnico da premiada equipe Master de natação. Responsável por garantir a melhor experiência para os associados no Parque Aquático, o novo coordenador conta os principais desafios e os objetivos para as equipes de esportes aquáticos do Clube Curitibano:

Clube Curitibano: Qual é a função do Coordenador Geral de Esportes Aquáticos do Clube?

Fabio Bronze: Temos uma demanda muito grande para o uso das piscinas internas, sendo a modalidade esportiva mais praticada no Clube. Desde atividades avulsas, até as equipes de treinamento, passando pelas escolinhas e hidroginástica. E logicamente com espaço limitado.

A função do coordenador é fazer com que o associado, seja atleta ou não, tenha a melhor experiência possível dentro do parque aquático.

CC: Para você, quais são os principais desafios que os esportes aquáticos do Clube enfrentam hoje?

FB: Contamos com uma boa estrutura e excelente material humano. Temos grande participação do associado. A questão é organizar para atender a todos da melhor maneira possível.

CC: Quais são os seus planos e expectativas para a pasta?

FB: Manter o parque aquático do Clube Curitibano um local onde o associado queira estar. Um ambiente agradável, com boa energia, para que ele fique satisfeito e orgulhoso do espaço que temos. É objetivo potencializar o bem-estar, a performance, ou qualquer que seja o objetivo do usuário.

Da visão competitiva, temos a ambição de estar entre as melhores equipes de natação do país.

CC: Para você, o que chama atenção nas equipes de esportes aquáticos do Clube?

FB: Os esportes aquáticos do Clube Curitibano são referencia no estado em âmbito nacional. As escolinhas têm um potencial muito grande de “entregar” atletas às equipes, sendo o início da engrenagem.

Somos considerados um clube formador, e cada vez estamos conquistando mais espaço no alto rendimento. Ano passado conquistamos a terceira colocação no Campeonato Brasileiro Absoluto. Temos três atletas concorrendo à vaga olímpica. E assim segue até a equipe Master, uma das mais fortes do país.

O Pólo Aquático  vem passando por uma reestruturação que colheremos bons frutos no futuro.

 


Leia também:

Mariana Chevalier concorre à Performance do Ano em Águas Abertas

Entrevista com Sandro Augusto Hungerbuhler, vice-diretor de Tênis

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades