Notícias
Foto: Gustavo Garrett

VII Copa Bushidô de Judô recebe 2500 pessoas

Domingo (02/06) foi dia de Judô no Clube Curitibano. Cerca de 2500 pessoas – dentre elas 567 atletas – participaram da Copa Bushidô de Judô. Trinta e oito alunos dos professores Jackson Castro e Yuri de Oliveira representaram as cores do Clube Curitibano.

O evento é uma forma de testar a evolução dos judocas – que tem entre quatro e dez anos de idade – e proporcionar às famílias uma apresentação dos conhecimentos adquiridos nos treinos.

No Ginásio, espaço de sobra para pesagem, plateia e arena montada para cinco lutas simultâneas.  As disputas foram organizadas em grupos de três ou quatro, com a possibilidade de dois embates por atleta.

Torcida orgulhosa

O associado e atleta João Victor com sua família, logo depois da vitória / Foto: Gustavo Garrett

Na arquibancada, pais, familiares e amigos orgulhosos acompanharam cada segundo de luta. O associado Tulio Henrique Simas não escondia a felicidade de ver o filho João Victor, 9, com a medalha de ouro no peito: “Acho que é a terceira ou a quarta vez que ele participa. Estamos muito felizes”, declara.

Dos tatames para a vida

A felicidade também é dos próprios judocas e dos professores de Judô do Clube. “Para mim é só alegria a gente ver a participação e a gente fica contente com a evolução”, conta o mestre Jackson Castro.

Ele que hoje tem a oportunidade de trabalhar com um ex-aluno e de ver tantos outros na equipe que organiza o Bushidô de Judô. Todos eles com o mesmo objetivo, formar não apenas esportistas, mas pessoas melhores. “Nós trabalhamos o ano todo para que as crianças possam se apresentar em casa, o que é muito especial. Esse é um momento de muita alegria. Serve para avaliar como está o desenvolvimento deles e o que podemos esperar para o futuro”, comenta o professor Yuri de Oliveira.

Com todo esse aprendizado proporcionado pela modalidade o pódio fica até em segundo plano. O registro fotográfico da luta, a torcida empolgada da família, a medalha no peito e as amizades na fila da pesagem, com certeza, são ganhos imensuráveis.

Exemplo de evolução

Quem personifica a evolução proporcionada pelo Judô é o associado Pedro Capriotti. Atleta faixa preta do Clube, dessa vez ele participou do Bushidô como sumulista. “Eu adorava lutar aqui na Copa, sempre teve um bom astral. E agora é uma alegria ver essas crianças lutando, fazendo o que gostam e se divertindo”, comenta Capriotti.

 

Confira a reportagem da TV Clube Curitibano:

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades