Notícias
Arte: Camila Lunard/Clube Curitibano.

Hoje é dia de celebrar a criatividade

Além do Dia de Tiradentes, o 21 de abril também é marcado pela comemoração da Data Mundial da Criatividade. A celebração teve o seu início em 2017, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu a importância de conscientizar as pessoas sobre o quanto a criatividade e a inovação são essenciais para o mundo.

Desde então, mais de 50 países participaram dos eventos que apresentaram workshops, palestras, exposições, oficinas, espetáculos, show e visitas. Os painéis exibem 17 objetivos criativos que garantem uma vida saudável, promovem o bem-estar, protegem o patrimônio cultural, reduzem o impacto ambiental e contribuem para a melhor gerência dos recursos e resíduos.

Entretanto, por causa da Pandemia do Covid-19, as lideranças do Dia Mundial da Criatividade vão realizar os eventos utilizando as plataformas digitais. Neste ano, a comemoração acontece nos dias 21 e 22 de abril, e a transmissão será realizada no site oficial World Creativity Day (WCD). Para acessar, basta clicar aqui.

No Brasil, o LabCriativo é o principal parceiro do WCD. A empresa apresenta conteúdos da ONU sobre inovação em língua portuguesa. Neste período de confinamento, o LabCriativo tem materiais que apontam soluções diante da pandemia. Você pode conferir o portal ao clicar neste link.

O Clube Curitibano defende os exercícios de criatividade e inovação, já que são essenciais para a melhor resolução de problemas e desenvolvimento de novas relações e padrões. “Criatividade é ser livre. Ao contrário do que muitos pensam, a criatividade não se trata de uma habilidade somente dos artistas, crianças e jovens. Todos podem praticar a criatividade no dia a dia buscando novos olhares e formas de ver o mundo e tudo que nos cerca”, defende Viviane Aroldi, Facilitadora da Contato Joy – parceira do Clube Curitibano.

“Ser criativo, hoje, é a oportunidade de se reinventar, se adaptar e até inovar as maneiras como vivemos nossas vidas, trazendo uma visão diferente do nosso cotidiano”, afirma Katia Erdmann Bini Cordeiro, professora de Voleibol do Clube.

Veja o vídeo com depoimentos de diversos sócios e colaboradores do Curitibano sobre o que é criatividade:

Para estimular os associados a exercerem a Criatividade, aprimorar seus conhecimentos, principalmente neste período de isolamento social, o Clube Curitibano elaborou uma lista de cursos online que vão desenvolver a aprendizagem a respeito da arte, arquitetura, entre outras áreas.

Confira:

Lettering – Faber Castell

Artista especializada em lettering, Monique Silva vai ensinar os princípios básicos dos letterings e suas infinitas possibilidades. Entenda as diferenças entre tipografia, caligrafia, lettering, variações de traços, composições de letras e muito mais. E, se você quiser aprender mais, a Faber Castell disponibiliza 17 outros cursos rápidos para quem gosta de desenhar e criar personagens.

Arte como Cultura: Concepções e Problematizações – Unesp

A Unesp, assim como a USP e a Unicamp, possui uma plataforma dedicada exclusivamente a oferecer cursos online gratuitos à população em geral, chamada Unesp Aberta. Neste curso são discutidas questões como a noção de cultura e a hegemonia da chamada cultura erudita. Também são discutidas questões como diversidade e identidade cultural.

Criptografia – Universidade de Stanford

Além de estimular o cérebro, a criptografia hoje é parte fundamental dos sistemas de proteção de dados. O curso, da Universidade de Stanford, tem duração de 19 horas, em inglês.

Mais de 70 cursos – Coursera

Na área das artes, a plataforma Coursera oferece cursos a respeito de arte moderna, design gráfico, moda, e fundamentos da música. Dentre essas opções, a sugestão é conferir os cursos “Arte e ideias modernas” e “O que é arte contemporânea?”, oferecidos pelo Moma (Museu de Arte Moderna de NY).

Curso de Fotografia Digital – INEAD (Instituto Nacional do Ensino à Distância)

Este curso, de 40 horas, ensina o básico da fotografia para os interessados no assunto. São abordados assuntos como luz e cores, composição da imagem e um breve histórico da fotografia. O curso do INEAD é ministrado em português e é gratuito — o aluno só precisará pagar caso queira um certificado de conclusão.

Arquitetura Romana – Yale University

Um dos cursos online de Yale mais bem avaliados, Arquitetura Romana explora o poder da arquitetura como forma de moldar a política, a sociedade e a cultura. É ministrado em inglês, e possui legendas em italiano, espanhol e chinês. A duração aproximada é de 55 horas, e o aluno tem flexibilidade para decidir como cumprirá os prazos.

Tópicos Especiais: Apontamentos Sobre História da Arte e da Arquitetura: Renascimento, Modernismo e Brasil – USP

A USP disponibiliza duas disciplinas gratuitas em sua plataforma na área de arquitetura. O curso foca na pesquisa desenvolvida por Sérgio Ferro, desenhista e arquiteto brasileiro que lecionou na Escola de Arquitetura de Grenoble após ser exilado pela ditadura militar no Brasil.

Ferro foi um dos integrantes do Grupo Arquitetura Nova, primeira geração de arquitetos modernistas brasileiros após Niemeyer. No contexto, após a construção de Brasília e em meio ao modelo nacional desenvolvimentista do período JK, Ferro e os demais integrantes do Grupo Arquitetura Nova realizaram uma crítica à produção arquitetônica do período. Imperdível para quem quer entender melhor a arquitetura e a história brasileira.

Hollywood: História, Indústria e Arte – Universidade da Pensilvânia

Com duração de quatro semanas, o curso tem como objetivo refletir sobre como Hollywood se tornou uma das indústrias mais poderosas da atualidade. São abordados aspectos como a relação entre Hollywood e as mídias independentes, além da adaptação dos estúdios às novas tecnologias. O programa da Universidade da Pensilvânia prevê que o aluno dedique de três a quatro horas por semana.

Leia também:

Mesmo em casa, bailarinas do Curitibano seguem dançando

Alunos da Escola de Artes exercitam a criatividade

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades