Notícias

Esgrimistas seguem praticando o esporte em casa

Respeitando as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) que tem como objetivo de conter a Pandemia do Covid-19, as cinco sedes do Clube Curitibano fecharam as portas pela primeira vez em toda a sua centenária história. Mesmo assim, os colaboradores responsáveis pelas modalidades esportivas desenvolveram treinamentos para os associados praticarem dentro de suas respectivas casas.

Com objetivo de manter os atletas ativos na Esgrima, o professor Athos Schwantes desenvolveu um planejamento de atividades para os praticantes da modalidade olímpica.

Os esgrimistas foram divididos em quatro grupos. O primeiro é para quem está começando na esporte – os atletas praticam duas vezes na semanas. Já a segunda turma é para quem está competindo ou ainda não competiu, e quer participar de competições em 2020. Os esgrimistas treinam três vezes na semana.

O terceiro grupo é composto por aqueles que estavam competindo, competiu em 2019, visa melhorar os resultados nas provas de 2020 e não foi convocado para os treinos de sexta-feira. Esses atletas treinam quatro vezes na semana. Já a quarta turma é formada por quem está competindo, competiu em 2019, e quer melhorar os resultados nas provas de 2020, mas foram convocados a treinarem cinco vezes na semana.

Já os treinamentos são formados por três atividades essenciais para evoluir a performance do esgrimista. A de deslocamento, que tem como objetivo desenvolver a coordenação corporal, controle da guarda, condicionamento específico da modalidade e aprimorar a quebra de ritmo/velocidade nos deslocamentos.

A segunda prática é de alvo móvel, que aperfeiçoa a coordenação e precisão no controle da ponta; mecanizar a execução de ações em combate. O alvo fixo é a terceira atividade no plano de treinamento, ela também desenvolve a quebra de ritmo/velocidade e mecaniza a execução de ações em combate, mas também contribui para o controle da ponta na execução dos movimentos compostos.

Vice-líder do ranking da Confederação Brasileira de Esgrima, Henrique Augusto, revelou que está curtindo os treinamentos e destacou a importância das atividades. “O mais importante dos treinos para mim é manter o meu nível, para não ficar atrás dos outros quando retornarem as competições”, avalia.

Isabela Volaco é uma das atletas que estão seguindo o plano de atividades. A associada destacou os formatos de ensino do professor. “O Athos passa treinos em transmissões ao vivo do Instagram e pelo zoom, ele até fez uma Live com a Nathalie Moellhausen, campeã mundial, e eu admiro os dois muito como atletas, e também como pessoas, e ter essa oportunidade é a minha maior motivação”, finaliza.

Para ajudar a conter a Pandemia do Covid-19 é importante que os associados do Clube Curitibano continuem dentro das suas residências.

Leia também:

Retrospectiva 2019: Destaques da Esgrima

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades