Notícias
Arte: Jenifer Gutierres/Clube Curitibano.

Estrelas do Curitibano: Gabriel Rinaldin

O personagem em destaque do Estrelas do Curitibano desta sexta-feira, 29 de maio, é Gabriel Rinaldin, ex-atleta do sub-17 do Futsal do Clube e que há cinco temporadas joga no futebol de salão da Itália.

Para desembarcar em terras italianas em 2015, Gabriel Rinaldin precisou superar diversos obstáculos, muitos deles que colocaram em xeque o seu amor pelo esporte e a continuidade da sua carreira como atleta profissional. Entretanto, os dois anos como jogador do Futsal do Clube Curitibano foram essenciais para o seu futuro nas quadras.

“Na época do Clube, eu estava dividindo as minhas atividades entre o Futsal e os estudos, porque eu saia do Clube e ia direto para a aula do cursinho pré-vestibular. Então foi no Clube que realmente reacendeu a vontade de jogar, dei um passo a mais na minha carreira e quando decidi que o Futsal era isso que eu queria pra mim. Foi também quando eu comecei acreditar que as coisas aconteceriam”, confessa o agora o central/ala do Imolese, da Itália.

Início nas escolinhas

Antes de defender as cores do Clube Curitibano, Gabriel começou a sua trajetória nas escolinhas de Futsal no Ribamar Sports. Na sequência, o menino defendeu o Cancun Esportes, que fazia parte do Coritiba Futsal. Depois de vários anos, Gabriel começou a se dedicar mais aos estudos e o esporte deixou de ser prioridade na sua vida.

Pouco mais de um ano sem treinar, Gabriel recebeu uma proposta para jogar no Futsal do Paraná Clube em 2012. Foi no Tricolor da Vila que o jovem atleta teve o seu primeiro contato com o Clube Curitibano durante a final do Campeonato Metropolitano. Meses mais tarde, após a indicação do seu até hoje melhor amigo, Matheus Ceschin Dias, Gabriel Rinaldin chegou ao Clube.

Clube Curitibano

Logo nos primeiros treinamentos no Ginásio de Esportes da Sede Barão do Serro Azul, o atleta percebeu que enfim estava no lugar ideal para atingir o seu melhor desempenho e finalmente recuperar o seu amor pelo esporte. “Desde o primeiro dia, o pessoal me acolheu muito bem, desde treinadores até o pessoal do Departamento de Esportes, que sempre deixou a porta aberta pra mim. Realmente, eu me senti muito bem no Clube”, afirma.

O primeiro ano no sub-17 do Curitibano foi de adaptação e busca pelo melhor entrosamento, já que a maioria dos jogadores tinham uma idade inferior ao padrão da categoria. Mesmo assim, Gabriel e seus companheiros mostraram talento e ficaram entre os quatro melhores times no Campeonato Paranaense.

A ótima impressão do primeiro ano era um presságio para as conquistas que viriam na temporada seguinte, considerada histórica. Em 2014, o Futsal do Clube Curitibano conquistou a tríplice coroa do Paraná ao vencer o Metropolitano, a Taça Curitiba e o Campeonato Paranaense.

Além do talento, as conquistas aconteceram por causa do ambiente agradável instaurado no Clube Curitibano. “O ambiente no Clube era fantástico. A gente tinha muita vontade de jogar pelo Clube pela forma como éramos acolhidos por todos os sócios, pelos colaboradores e a diretoria. Em vários jogos, o Ginásio do Clube ficava lotado, o que era muito bacana. Nossos pais sempre acompanhavam os jogos, o que gerou até uma amizade entre eles”, lembra Gabriel.

Com a camisa 10, Gabriel Rinaldin foi um dos protagonistas da conquista da tríplice coroa, o que rendeu a convocação para a seleção de Curitiba, que disputou os Jogos da Juventude. “Eu dei um passo de qualidade na minha carreira. Aprendi muita coisa no Clube. Carrego isso comigo com certeza”, exalta.

Quando acabou a temporada 2014, Gabriel Rinaldin não pode continuar no Curitibano, já que havia ultrapassado o limite de idade para jogar na equipe sub-17. Foi então que o atleta chegou ao time adulto do Coritiba Futsal, mas permaneceu por apenas seis meses. A saída gerou a oportunidade de transferência para o Futsal italiano.

“Tinham algumas pessoas aqui de Curitiba que jogavam na Itália, eles me indicaram, os italianos viram o meu vídeo atuando pelo Clube Curitibano e gostaram. Eu também consegui a liberação para fazer a documentação de cidadania italiana e foi assim que aconteceu a minha ida para a Itália”, conta.

Confira o vídeo que levou Gabriel Rinaldin ao Futsal Italiano:

Itália

No segundo semestre de 2015, Gabriel desembarcou na comuna italiana de Ferrara, na Emília-Romanha, para defender o Kaos Futsal. Em seus primeiros meses na Itália, o jovem jogador sentiu uma mistura de felicidade com receio. “No começo, eu estava um pouco empolgado por conhecer o clube novo, mas também estava com medo de ter uma mudança tão grande na minha vida, era tudo muito complicado por causa da língua e da cultura”, revela.

Desde que chegou na Itália até hoje, Gabriel Rinaldin mora com outros atletas e tem apoio de muitos atletas brasileiros que atuam no futsal. Apesar das dificuldades de adaptação no início, Rinaldin conseguiu evoluir como esportista e, principalmente como pessoa. “Isso foi um crescimento muito grande pra mim, porque saí da casa dos pais e fui morar sozinho diante de uma nova cultura e língua diferente, o que me fez crescer como pessoa e não apenas como atleta”, avalia.

Com passagens pelo Kaos Futsal, Bisceglie, Mantova Calcio a 5 e Imolese, Gabriel vive há quase seis anos na Itália e absorveu diversos ensinamentos que transformaram o seu nível de jogo. “É mais físico, mais tático e mais de marcação. Mas não deixa de ser um nível alto. Na verdade, o que eu mais gosto lá é a questão tática mesmo. Pela minha característica de jogo: marcador, com um passe bom. Eu acredito que me encaixo bem no futsal italiano”, garante o jogador, que passa as férias no Brasil.

Futuro

Os próximos objetivos de Gabriel Rinaldin já estão definidos na sua mente. “Meus objetivos e sonhos são chegar na seleção, jogar um Mundial de Futsal, ganhar grandes títulos na Europa e construir minha vida também com fruto do Futsal”, conta Gabriel, que também abre a possibilidade de defender a seleção italiana.

“Eu pretendo defender a seleção italiana, tenho esse sonho, por já estar no país, por jogar lá e estar fazendo minha vida na Itália”, confessa o atleta de 22 anos, que se inspira no brasileiro naturalizado italiano, Saad Assis, que jogou por oito anos no Barcelona, da Espanha.

Além de Saad, Gabriel tem como ídolos Rodrigo, capitão da seleção brasileira, e a lenda Falcão, eleito pela FIFA quatro vezes o melhor jogador de Futsal do Mundo.

O Clube Curitibano tem orgulho de ser importante para o desenvolvimento do atleta e da pessoa Gabriel Rinaldin. Portanto, o Clube torce para ele atingir um grande sucesso como atleta profissional de Futsal.

Fotos: Arquivo Pessoal.

Leia também:

Estrelas do Curitibano: Flavinha Ramos

Estrelas do Curitibano: Facundo Costantini

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades