Jornada Literária 2020

A Jornada
Textos
Livrarias Parceiras

 

Entre os dias 26 e 28 de novembro, o Clube Curitibano convida você para uma viagem incrível ao universo da literatura. A 1ª Edição da Jornada Literária traz uma programação online e uma experiência sensorial inédita, que vai te conduzir para o universo de alguns dos mais renomados escritores contemporâneos.

Nas redes sociais e no site hotsite da jornada, você vai ter acesso a uma curadoria de conteúdos feita especialmente para o evento – além de bate-papos virtuais com grandes nomes da literatura brasileira. Confira a programação completa e mergulhe com a gente nessa viagem por romances, prosas e poesias.

E para tornar essa experiência ainda mais especial, preparamos uma caixa com textos, memórias, cheiros, texturas e cores que vão te conduzir por essa jornada. Cada pequena descoberta desse presente, vai ajudá-lo a se transportar para o universo dos autores que homenageamos.

Se você garantiu a sua, você pode acompanhar a programação de atividades através dos roteiros disponibilizados para cada dia no interior do presente. Caso você não tenha conseguido pegar a caixa, não se preocupe! Confira a programação de bate-papos e acompanhe os conteúdos culturais exclusivos disponibilizados no Instagram @culturacuritibano

Bem-vindo(a) à primeira  Jornada Literária do Clube Curitibano.

 

26 de novembro – FLUXO

19h – Bate-papo com Marina Colasanti | LIVE
Mediação: Catia Toledo

27 de novembro – LIBERDADE

16h – Bate-papo com Igor Pires | LIVE
Mediação: CUB Z

19h –  Bate-papo com Luci Collin | LIVE
Mediação: Rogério Pereira

28 de novembro – AMOR

11h – Inauguração da nova Biblioteca Infantil
Contação de Histórias: Girolê |  LIVE e presencial (20 vagas)

17h – Bate-papo com Carpinejar | LIVE
Mediação: Yuri Al’Hanati

 

Durante a Jornada Literária, livrarias e editoras ofertam descontos especiais aos associados do Clube Curitibano. Confira:

 

1. Editora Voo

Desconto de 20% em títulos durante os 3 dias de evento
Site: www.editoravoo.com.br
Cupom: jornadaCC20

 


 

2.  Livraria Vertov

Desconto de 15% em títulos entre os dias 25 e 30 de novembro
Pedidos através do WhatsApp (41) 9 9561-3967 e pelo Instagram www.instagram.com/vertovlivraria/

 


 

3. Itiban Comic Shop

Desconto de 20% em títulos durante os 3 dias de evento
Site: https://itibancomicshop.com.br/
WhatsApp: (41) 3232-5367
Cupom: jornadaCC20

 


 

4. Editora InVerso

Voucher de 20% de desconto de primeiro a 5 de dezembro
Site: https://www.editorainverso.com.br/
Cupom: jornadaCC20

 

marina colasanti
luci collin
igor pires
Carpinejar

 

MARINA COLASANTI

Nascida em 1937 na capital da Eritreia, a infância nômade de Marina Colasanti a levou à Líbia, depois à Itália e, finalmente, ao Brasil, em 1948. Sua primeira expressão na escrita foi como jornalista, trabalhando no Jornal do Brasil, no Rio de Janeiro.

Escritora, contista, tradutora e artista plástica, Marina é autora de mais de 70 obras para crianças e adultos. Seu primeiro livro, Eu Sozinha, foi publicado em 1968. De lá para cá, tornou-se umas das escritoras mais premiadas do Brasil, em especial pela sua produção para o público infantil. 

Marina também se declara uma feminista histórica – fez parte do primeiro Conselho Nacional dos Direitos da Mulher e, por 20 anos, atuou nos temas ligados ao feminino – que também resultou em quatro livros sobre o assunto. 

Durante essa Jornada Literária, ela vai dividir conosco um pouco da sua obra e suas inspirações. Vai falar da sua paixão por chá de limão com gengibre, por bibliotecas e cores, e contar como a vida tem lhe inspirado.

 

LUCI COLLIN

A curitibana Luci Collin é poeta, contista, tradutora e educadora. Nascida em 1964, tem mais de 20 livros publicados. O uso de técnicas inovadoras torna seus textos singulares e lhe dão destaque a literatura brasileira contemporânea. Experimental é uma palavra que costuma ser associada ao seu nome. Afinal, ela mesma diz gostar de ultrapassar barreiras e quebrar regras enquanto produz um texto literário.

Lançou seu primeiro livro em 1984,  uma obra de poesias chamada Estarrecer . Ao longo dos mais de 30 anos de carreira, também escreveu artigos e ensaio para jornais e revistas literárias e recebeu prêmios de literatura no Brasil e nos Estados Unidos.

Convidada para o segundo dia dessa Jornada Literária, ela divide conosco um pouco da sua obra e das reflexões neste momento que considera tão “delicado e difícil” que vivemos. Entre as suas inspirações, destaque a arte como forma de reflexão e ação, como uma “elemento de regeneração e de aprofundamento espiritual”. O verde, sua cor preferida, a faz pensar sobre as perdas das florestas e nos inspira para esse dia de falar de Liberdade.

 

 

IGOR PIRES

O jovem publicitário Igor Pires é hoje um dos principais autores do país, criador de dois dos livros de poesia mais vendidos dos últimos anos. O primeiro deles, “Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente”, foi idealizado aos 22 anos e se tornou um best seller nacional. Um sucesso pouco previsível para um redator publicitário, craque em mídias sociais. 

Paulista de Guarulhos, Pires sempre buscou na literatura uma forma de mostrar como “grita o mundo”, de escrever e ser escrito. Nosso jovem convidado do segundo dia da Jornada Literária é um fã de Beyoncé, Caio Fernando Abreu e Carlos Drummond de Andrade. 

Nesta jornada, ele nos conta como o dia a dia, as conversas com amigos e os relacionamentos o inspiraram. E revela como as figuras a literatura e da intelectualidade negra se tornaram suas grandes referências na atualidade. Viajar com Pires é se jogar na liberdade.

 

CARPINEJAR

Poeta, cronista e jornalista, Fabrício Carpinejar já tem mais de 40 livros publicados – e uma legião de fãs dos seus versos escritos em guardanapos que falam tanto, em tão poucas palavras. Tornou-se, como ele mesmo disse, “um estranho conhecido” pelo sucesso de seus livros, pelas redes sociais e pela participação em programas de televisão.

Filho de também poetas, o escritor gaúcho escreve sobre a vida e o amor de um jeito intenso e repleto de reflexões. Colo, por Favor!, sua obra mais recente, foi lançada no ápice da pandemia e logo tornou-se um sucesso.

Convidado para encerrar a primeira edição da Jornada Literária, Carpinejar fala sobre as inspirações para os seus “guardanapos poetizados”, revela seu amor pelas paçocas e por cultivar jardins. Vamos fechar esse terceiro dia de literatura cheios de irreverência e de vida.

Fique por dentro das novidades