Notícias
Arte: Camila Lunard/Clube Curitibano.

Jogos e gincanas online integram os atletas da Natação

Com objetivo de promover a interação e diversão entre os atletas, os professores da equipe de Natação do Clube Curitibano lançaram na página do Instagram da modalidade as Olimpíadas do CC Natação. Desde o dia 25 de julho, os nadadores das categorias Mirim, Petiz, Infantil, Juvenil, Júnior/Sênior e Fundo competem entre eles em jogos e gincanas divertidas no formato online.

Os atletas vão realizar ao todo cinco provas, uma por semana, e a equipe utiliza as plataformas online, como Instagram e Zoom, para realizar a interação e competição interna. Cada atividade tem uma distribuição de pontos que serão somadas ao final das Olimpíadas do CC Natação.

Na primeira etapa já finalizada, cada equipe tinha que criar um mascote. Depois da criação, uma enquete nos stories do CC Natação foi lançada para que o mascote que recebesse mais votos fosse declarado como vencedor. Com 1.049 votos, o mascote Yoda, desenvolvido pela categoria Petiz, venceu a primeira disputa das Olimpíadas.

“A primeira etapa foi um sucesso. Na disputa entre o Petiz e o Mirim foram mais de 2.000 votos pelo Instagram, isso é muita coisa, já que são votos individuais. As crianças se mobilizaram, pediram votos para os pais, para os avós, etc. Foi muito legal”, comemora Ricardo Cintra, Supervisor das Equipes de Natação.

Nesta semana está em andamento a disputa da 2ª etapa da Olimpíadas do CC Natação: Jogo de Tabuleiro. Os atletas deverão escolher um número entre 1 e 6 e, dentro de cada casa, eles precisam responder questões de verdadeiro ou falso sobre os técnicos.

Também durante o jogo, os nadadores poderão encontrar alguns desafios pela frente, como a prática dos exercícios de flexões, burpee e agachamentos. Além disso, dependendo do posicionamento no tabuleiro, a equipe pode avançar ou voltar algumas casas. Por fim, a categoria que chegar primeiro ao final do tabuleiro é declarada como vencedora da 2ª etapa das Olimpíadas do CC Natação.

“A equipe de Natação é unida e a maior preocupação da comissão técnica é não perder essa união e o comprometimento dos nadadores. Quanto mais a gente continuar estimulando a competição e mais contato a gente tiver, o retorno será mais facilitado”, afirma a professora da categoria Petiz, Mariana Prosdocimo.

Leia também:

Mariana Chevalier conclui a Travessia do Canal da Mancha

Entrevista com Cesar Feres, vice-diretor da Natação

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades