Notícias

Confira a lista de livros para ler em casa – Parte 2

Pensando nos associados e nas recomendações acerca da Pandemia do COVID-19, o Clube Curitibano reuniu mais cinco dicas de livros para os sócios lerem em suas respectivas casas.

Lembrando que a lista é da plataforma digital “Amazon” que selecionou os 100 melhores livros disponíveis em suas plataformas.

Nesta segunda parte, o Clube reuniu mais alguns para o seu entretenimento. Então venha conferir e fique atento para as próximas dicas.

O Grande Gatsby

Do autor F. Scott Fitzgerald, de 1925, é um romance que se passa na história de Nova York e nos conta sobre as alegrias e tristezas que se sucederam durante o período da Primeira Guerra Mundial. O livro narra a história de amor de Jay Gatsby e Daisy, que em meio a separações, casamentos arranjados, festas, brigas e tragédias, querem ficar juntos. O livro é narrado por um personagem de fora, que observa tudo que acontece e nos conta sobre. Ganha destaque no assunto também porque “O Grande Gatsby” é conhecido como uma crítica ao “sonho americano”.

Anna Karenina

Lev Tolstói constrói na narrativa a personagem que dá nome ao livro, Anna Karenina. O autor nos conta sobre Anna que decide deixar sua posição social por conta do seu novo amor. Porém, ao optar seguir esse caminho, ela vivencia dilemas de amor, sendo dentro ou fora de seu casamento. O livro desconstrói o idealismo de amor puro e romântico e trabalha em uma vertente mais realista dos fatos.

O Complexo de Portnoy

O livro lançado em 1969, se tornou best-seller assim que chegou aos leitores. De Philip Roth, a história conta sobre o personagem Alexander Portnoy, um nova-iorquino em sucedido, conhecido e advogado que tem problemas sexuais, onde tenta resolver essas situações conversando com seu psicanalista. Com variações passadas, alternando entre infância, adolescência e o presente, fala sobre suas práticas sexuais, perda de virgindade, masturbação e conflitos sua amante. Uma pitada de humor, aventura e sarcasmo.

O Apanhador no Campo de Centeio

A trama é centrada no adolescente Holden Caufield, que narra e conta histórias sobre as ruas noturnas de Nova York, onde geralmente passa o fim de semana. O autor J.D. Salinger constrói em sua narrativa não só as vivências do jovem, mas também seu crescimento interno em um período crucial de sua vida.

O Sol é Para Todos

O romance apesar de ser de 1930 consegue se destacar por ser atemporal. O autor Harper Lee nos trás uma narrativa sobre racismo e injustiça. A trama contada pela filha de um advogado, que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos. Enfrentando represálias racistas, o advogado busca defender seu cliente que é inocente e sofre por sua cor. Apesar do romance ser antigo, é muito fácil conseguir trazer ele para momentos atuais.

A lista de livros faz parte da Campanha Curitibano em Casa.

Leia também:

Confira a lista de livros para ler em casa – Parte 1

Museus para visitar sem sair de casa – Parte 1

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades