Notícias

Miguel Sanches Neto no CUB de novembro

“O livro é uma máquina de emocionar”, definiu o escritor paranaense Miguel Sanches Neto durante o bate-papo promovido pelo Conselho de Usuários da Biblioteca (CUB), no Salão CID, no dia 26 de novembro. Os associados aguardavam ansiosamente pelo encontro, que trouxe à tona o diálogo sobre a importância da literatura na formação humana. Miguel Sanches Neto contou sua trajetória, desde a infância no interior até se tornar o conhecido autor de 38 livros e reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Foto: Tiago Santos/ Clube Curitibano

“Eu quero falar sobre como nasce o escritor na sociedade brasileira, em que há um pequeno índice de leitores. E mostrar a importância das bibliotecas públicas para causar um impacto na vida daquela pessoa”, explica Sanches Neto. “Eu venho de uma família sem letras, meu pai e meu avô eram analfabetos… E minha vida mudou quando eu entrei em uma biblioteca pública da escola e descobri a literatura, que era possível ler pelo prazer”.

Ele ainda argumentou sobre o papel da leitura para transformar vidas ao permitir que o leitor se coloque no lugar do outro e tenha experiências que não teria de outra forma. “Nós nos tornamos mais humanos quando lemos um bom livro”, disse o escritor, que ainda distribuiu exemplares de dois de seus livros, “Escrever é tirar um osso da garganta” e “Minha vida de velho”, aos participantes do evento.  

 

Leia Também: 

Relembre como foi o encontro do CUB de outubro 

Escola de Dança emociona com a apresentação de “Frozen”

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades