Notícias
Valterci Santos/Clube Curitibano.

Visando Tóquio 2020, nadadoras vão treinar na altitude

Fazer parte do seleto grupo de nadadores olímpicos não é uma tarefa simples, exige muita dedicação, superação e foco durante o ciclo. É com essa doutrina que Alessandra Marchioro e Fernanda de Goeij desembarcaram nesta segunda-feira na cidade de São Luis Potosí, no México, para realizar uma intensa preparação visando a vaga nas provas de Natação do Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

As nadadoras do Clube Curitibano vão realizar sessões de treinamentos sob a desafiadora altitude de 1.864m da cidade mexicana. Durante os 21 dias, a preparação física e técnica será feita nas piscinas do La Loma Centro Deportivo. Objetivo traçado pelos treinadores Rodrigo de Herval Felipe (técnico da Fernanda de Goeij) e Christian Carvalho (treinador da Alessandra Marchioro) é que as atletas obtenham um ganho aeróbico, graças a maior produção de glóbulos vermelhos, que levam mais oxigênio para os músculos.

Prestes a iniciar o seu quinto treinamento na altitude, Alessandra Marchioro está ansiosa para o início da preparação. “Estou bem ansiosa para o treinamento porque sei que será bem importante pra mim, além da maior aproximação com o meu técnico, a gente sair da cidade, ficar mais isolada, se preocupar apenas com o treino, isso eu acredito que seja o primordial”, afirma.

Marchioro acredita que o ciclo de treinamento em São Luis Potosí será importante na busca pelo índice olímpico na seletiva. “Estou bem focada para quando eu voltar estar na melhor forma possível para conseguir atingir objetivo que é a Olimpíada”, conta a nadadora de 26 anos, que vai busca da vaga nas provas de 50m livre, 100m livre e do revezamento 4x100m.

Já Fernanda de Goeij vai treinar pela quarta vez na altitude. A atleta de 19 anos espera que a preparação na piscina mexicana possa ajudar a concluir o seu objetivo que é estar nas provas dos 100m e 200m costas nas Olimpíadas de Tóquio. “Esse treinamento no México é a fase final para aperfeiçoar o ritmo de prova, vai ser o encaixe final. Vai ter o sul-americano antes, mas o foco total ainda é a seletiva”, confessa a nadadora.

Leia também:

Equipe de Natação participa de amistoso no Santa Mônica

Natação realiza encontro com Departamento de Inclusão

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades