Notícias

Nadadores viajam ao México para treinar na altitude

Acompanhados dos seus treinadores Christian Carvalho e Diego Peña, Alessandra Marchioro e Gustavo Saldo viajaram nesta manhã de quarta-feira (10) para a cidade de São Luis do Potosí, no México, para participar do intenso período de treinamentos diante do ar rarefeito da altitude de 1.864m.

A excursão faz parte do planejamento para a importante temporada 2021 da Natação. Marchioro e Saldo estão entre os atletas com grandes chances de conquistar o índice olímpico para os Jogos de Tóquio, que acontecem de 23 de julho a 8 de agosto. Além deles, Fernanda de Goeij e o seu treinador Rodrigo de Herval Felipe vão encontrar Alessandra e Gustavo na cidade mexicana no próximo dia 15 de fevereiro, também com objetivo de conquistar uma vaga nas Olimpíadas.

“Um dos principais motivos pelo treinamento na altitude é o foco. O benefício disso no México é que nós estaremos atentos a toda parte do sono, alimentação e treinamentos. Outro aspecto é a parte fisiológica do atleta, já que ela vai ter uma melhora em todas as suas capacidades, graças ao treinamento na altitude”, avalia o treinador Diego Peña, convocado para formar a comissão técnica da seleção brasileira no Campeonato Sul-Americano que será realizado em março, na Argentina.

Durante 20 dias, os nadadores e treinadores do Clube Curitibano vão utilizar a infraestrutura e as piscinas do renomado La Loma Centro Deportivo. “O centro de treinamento tem tudo que a gente precisa, mas o importante também é estar isolado, só pensando nos treinamentos de alto rendimento, sem deslocamento, isso tudo faz a gente manter um foco total”, afirma Penã, treinador de Gustavo Saldo.

Apesar de ser o nadador mais novo do trio, Saldo, de apenas 17 anos, vai treinar pela quarta vez diante da altitude. “Fazer um treinamento em altitude em ano olímpico é um privilégio muito grande. Estou muito animado para a viagem. Mesmo não sendo a primeira vez, as pessoas e os treinamentos são diferentes, o que acaba sempre gerando algo novo”.

Mais experiente, Alessandra Marchioro vai encarar a altitude pela sexta vez e acredita que a viagem será essencial para chegar em plena forma física nas competições mais importantes do calendário da Natação. “Todas as vezes que treinei na altitude, eu sempre obtive ganhos e me senti muito bem na preparação. Por isso que a gente luta para conseguir treinar nessas condições. Os treinamentos na altitude foram importantes para que eu voltasse a minha melhor forma física no ano passado e acredito que o mesmo vai acontecer nesta temporada”.

Em nome de todos os associados, o Clube Curitibano deseja um ótimo período de treinamentos aos nadadores.


Leia também:

Mariana Chevalier fica entre os três melhores no Prêmio Performance do Ano

Conheça Fabio Bronze, novo Coordenador de Esportes Aquáticos

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades