Notícias

Nota de falecimento

O Clube Curitibano lamenta o falecimento de José Maria Gandolfi, um dos maiores nomes da arquitetura no Brasil. Entre outros projetos icônicos, ele foi responsável pela criação da Sede Barão do Serro Azul, juntamente com os arquitetos Luiz Forte Neto e Vicente de Castro. É deles o projeto da área social e das piscinas da principal unidade do Clube.

Na década de 1960, Gandolfi esteve entre os profissionais paulistas que lecionaram na primeira turma do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Paraná. Foi também parte importante na criação do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), fundado em 1965. 

Entre suas obras de maior destaque está o edifício sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, construído entre os anos de 1966 e 1967; a sede do Jockey Clube de São Paulo, a sede do Santa Mônica Clube de Campo e, claro, a sede Barão do Serro Azul do Clube Curitibano, inaugurada em 1968, marcando a última fase da era modernista na arquitetura brasileira.

O arquiteto vivia em Curitiba, em um dos prédios que projetou, no bairro Cabral. Aos 88 anos, veio a óbito na quarta-feira (19), vítima de um câncer. Ele deixa um legado para Curitiba, tendo a assinatura em muitos projetos de edifícios modernos espalhados pela capital. O velório e sepultamento estavam previstos para esta quinta (20), no Cemitério Parque Iguaçu, em Curitiba.

José Maria Gandolfi. Foto: Letícia Akemi / Pinó / Gazeta do Povo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Leia também 

Novo decreto determina o fechamento das sedes de Curitiba aos finais de semana

Cursos multimídia têm desconto para alunos de outras modalidades

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades