Notícias
Diário de Criança – Foto: Neni Klock / Clube Curitibano

“Diário de Criança” e “Let It Be” encantam associados

As turmas de Teatro Infantojuvenil do Clube Curitibano encerraram o ano com chave de ouro nas apresentações especiais no Teatro Alcides Munhoz . “Diário de Criança” foi o tema dos grupos 1A e 1B que se apresentaram respectivamente na sexta-feira, 13, e no sábado, 14 de dezembro. 

No dia 15, a turma mais avançada fez uma homenagem à famosa banda britânica The Beatles com a peça “Let It Be”.

“Diário de criança”

A peça das turmas 1A e 1B falou sobre ser criança. Também sobre os diversos desejos e momentos que são registrados no caderno secreto e melhor amigo de todo infante. “Meu querido diário, hoje foi um dia especial pois fiz novos amigos”, dizia o cartaz em letra cursiva.

Nicole Gomide Capraro, de 9 anos, subiu oficialmente no palco pela primeira vez neste espetáculo. Apesar de já ter experiência em apresentações por conta da ginástica rítmica, conta que sentiu frio na barriga: “No palco pensei, ‘nossa, todo mundo está aqui’. Então tive que imaginar que estava sozinha. Agora, depois que passou, estou aliviada. Decorei fácil as falas e gostaria muito de apresentar de novo.”

“Let it be”

A atriz Julia Pequeno conta que a preparação foi cheia de leituras e descobertas. “Foi muito legal esse tema, pois muita gente da nossa idade até conhecia os Beatles, mas não sabia direito o que foi esse fenômeno. E muita gente da nossa turma virou fã deles depois disso.”

Para homenagear a banda, o espetáculo contou com projeção de vídeos, coreografias e, claro, muita representação. Para tanto, a coreógrafa Sandy Borba participou do processo. “Foi muito legal. A peça é bem animada e as meninas também estavam bastante empolgadas”, comenta.

As letras mais conhecidas do grupo se transformaram em falas e os próprios integrantes dos Beatles foram interpretados pelas jovens. O resultado? Uma peça divertida e cheia de nostalgia. 

Cada vez mais seguras

As mostras de fim de ano são o resultado de um ano inteiro de aprendizados. E, segundo o Diretor dos grupos, Orly Veras, é justamente a preparação que tem dado às atrizes e aos atores cada vez mais segurança. “Tudo isso para deixá-los bem preparadas para o desafio que é subir ao palco”.

“É muito bacana ver esse amadurecimento no palco. Este crescente é perceptível na improvisação, na forma de se colocar em cena e no falar alto. Eles assumiram que são artistas do Clube Curitibano”, comenta a co-diretora Isabelle Crystina.

 

Leia também:

Turma do Teatro Adulto apresenta Primeira Mostra

Coral apresenta Auto Natal

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades