Notícias
Arte: Jeniffer Gutierres/Clube Curitibano.

Tesouros do Clube: As Quatro Luas, de Zoravia Bettiol

Nesta semana, o Tesouros do Clube destaca a obra As Quatro Luas, da prestigiada artista gaúcha Zoravia Bettiol. Artista plástica, designer e arte-educadora, Zoravia nasceu em 1935 em Porto Alegre. Estudou pintura no Instituto de Belas Artes da cidade e eternizou seu trabalho em pintura, murais, instalações, performances e xilografias.

As obras da artista fazem parte dos acervos dos principais museus do mundo. Ela está presente no The Metropolitan Museum of Art e no Brooklyn Museum, ambos de Nova Iorque; no Kunstindustriemuseet, em Oslo; no Museum of Modern Art de Kyoto; na Galeria Nacional de Praga; e nos museus de Arte Moderna do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Recentemente foi criado o Instituto Zoravia Bettiol (Izób), em Porto Alegre. A instituição sem fins lucrativos tem como missão a preservação e a difusão do acervo artístico e documental da artista. A associação também promove ações educativas e pedagógicas, proporcionando inserção e pertencimento através da arte.

Em 2019, estreou o documentário “Zoravia, o Filme”, dedicado à artista plástica. De direção de Henrique de Freitas Lima, o longa-metragem aborda a vida e a obra da artista, que sempre foi engajada em causas sociais nas áreas da cultura, do meio ambiente e dos direitos humanos.

O Clube Curitibano tem a honra de possuir em seu acervo uma xilografia da artista. A obra pode ser vista na Sede Concórdia.

Obra: As Quatro Luas, de Zoravia Bettiol.

Leia também:

Tesouros do Clube: Sapeco da Erva-Mate, de Hermman Schiefelbein

Tesouros do Clube: Fonte Velha, de Miguel Bakum

 

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades