Notícias
Arte: Jeniffer Gutierres/Clube Curitibano.

Tesouros do Clube – Mural Redondo, de Poty Lazzarotto

O Mural Redondo – Cidade de Curitiba, de Poty Lazzarotto, é a atração desta edição do Tesouros do Clube. Poty Lazzarotto (1924 – 1998) foi um dos mais importantes e renomados artistas do Brasil. Nascido em Curitiba, Poty trabalhou com desenhos, gravuras, murais, serigrafia e litografia. Embora os murais tenham sido os mais representativos em sua obra, ele foi um dos ilustradores mais solicitados do país.

Realizou ilustrações para publicações de Dalton Trevisan, livros de Guimarães Rosa, Graciliano Ramos, José de Alencar, Jorge Amado, Gilberto Freyre, entre outros. Em 1967 acompanhou o sertanistas Orlando Villas-Bôas e Noel Nutels a uma expedição ao Xingu. Na ocasião fez cerca de 200 esboços dos costumes indígenas, que, mais tarde, se tornaram gravuras oficiais.

Há obras de Poty em todo o Brasil e no exterior, incluindo murais em Portugal, na França e na Alemanha. Em Curitiba executou murais na Praça 19 de Dezembro, nas fachadas do Teatro Guaíra e do Palácio do Iguaçu, no Aeroporto Afonso Pena, entre outros. Seus painéis de concreto na Praça 29 de Março integram o projeto global de Jaime Lerner.

Além do Mural Redondo, localizado na entrado do Salão Poty Lazzarotto na Sede Barão do Serro Azul, o Clube possui outras duas obras do artista no acervo: o mural localizado no Parque Aquático e uma escultura em relevo na Portaria Social.

Foto: O Mural Redondo – Encomendado pelo Clube Curitibano para a inauguração do Hall Social em 1986.

Leia também:

Tesouros do Clube: Limpando Sardinhas, de Alfredo Andersen

Tesouros do Clube: Carnaval, de Guido Viaro

 

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades