Notícias
Arte: Alisson Stasiak/Clube Curitibano.

Um Centenário de Histórias: Primeiros Anos do Club Coritybano

“Descrever a marcha progressiva dessa instituição – a mais importante desta capital – seria uma tarefa ociosa porque está na consciência publica que a vida desse club tem sido uma serie ininterrompida de explendidos triumphos. O encendrado amor que os associados nutrem por essa útil instituição, amor esse que constitue uma prova eloquentissima do arralgado espírito de confraternisação da grande família coritybana. O Club Coritybano impõe-se hoje como uma necessidade imperiosa.” Revista do Clube, 1891

Os primeiros anos de atividade do Club Coritybano marcaram um período de adaptação e fortalecimento dos laços entre a instituição e seus associados. O espaço de integração se tornou um refúgio cultural e social para a sociedade curitibana, para se encontrarem em convívio amistoso, útil e recreativo.

Neste momento, o Clube abrigava atividades como soirées dançantes, jogos de bilhar, dominó, dama, gamão, trinta, xadrez e serviço de bar. A primeira instalação foi inaugurada em 6 de janeiro de 1882. A casa alugada ficava no segundo andar de um sobrado na Rua São Francisco, esquina com a atual Rua Barão do Serro Azul. Na época, o andar térreo abrigava a Defesa Fiscal de Curitiba.⠀

Leia também:

Um Centenário de Histórias: Quem foi Romão Rodrigues Branco?

Um Centenário de Histórias: Quem foi o Barão do Serro Azul?

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades