Notícias
Evaristo e a família: a esposa Priscila e os filhos Pedro (3 anos), Eduardo (6) e Felipe (4). Foto: Divulgação.

Uma gestão de processos e pessoas

Há algumas semanas, tem-se ouvido falar muito nos corredores do Clube Curitibano sobre um tal “cara de processos”. Esse tem sido o cartão de visitas do novo Superintendente do Clube Curitibano, Evaristo Bicalho. Administrador, pós-graduado em Finanças, o “Tito”, como gosta de ser chamado, chegou ao clube no início do mês com a proposta de acelerar ainda mais as melhorias de gestão propostas pela atual Diretoria.

“Acredito em um modelo de gestão baseado em dois pilares: as pessoas e os processos. Meu grande desafio está sendo justamente melhorar os processos que já existem e estabelecer outros novos, tornando-os claros para todos. Tenho também um importante papel de articulador. Sou um cara que gosta muito de ouvir, de conversar e entender o que é preciso fazer. Dessa forma acredito que posso contribuir, de fato, para termos um Clube ainda melhor”, diz o executivo apaixonado por pessoas e por uma boa conversa. “Por trás dessa máscara, vocês terão sempre um sorriso e uma pessoa disposta a conversar.”

Antes de chegar ao Clube Curitibano, Bicalho atuou como Diretor Regional do Grupo Marista, liderando seis colégios do interior do Paraná e São Paulo. Começou sua carreira na multinacional americana Kraft Foods (atual Mondelez) na área de Finanças. Esteve à frente da mesma área na Sadia (atual BRF) justamente no período de fusão com a Perdigão – contribuindo para a junção das empresas e seus processos.

Por três anos, foi Gerente Financeiro e Administrativo da Ibema, empresa paranaense de papel e, por quase um ano, teve a mesma função na fábrica brasileira da Sumitomo, gigante japonesa fabricante de pneus. “Nessa trajetória, pude aprender com as escolas americana, brasileira e japonesa de gestão. Tive também a vivência de uma empresa de médio porte local, entendendo as diferenças e pontos fortes de cada uma. Mais recentemente, migrei para o setor de serviços e estive à frente da gestão administrativa, educacional, pastoral e financeira das escolas do Grupo Marista”, resume.

Seleção

Até ser escolhido para o cargo, Bicalho passou por um processo de seleção liderado por uma consultoria especializada em recrutamento de lideranças. “Fizemos uma seleção técnica e imparcial, buscando no mercado o melhor profissional para o cargo, com experiência em gestão, processos e bom relacionamento interpessoal”, diz o Diretor Administrativo Eduardo Tarquinio. “Nossa expectativa é que ele contribua com essa visão de grandes e médias empresas, trazendo novas ideias e nos ajudando a melhorar os processos em todas as áreas do Clube.”


Leia também:

Horários de Fim de Ano 2020

Pacote Cultural – Funcionamento Fim de Ano

Compartilhe

Veja mais

Fique por dentro das novidades